Cada gota importa – 20 gotas nem sempre equivalem á 1ml!

image

Uma das apresentações farmacêuticas mais clássicas de todos os tempos, a apresentação farmacêutica de suspensão ou solução, com certeza já foi utilizada por você. Trata-se de um medicamento com forma farmacêutica prática, de utilização aparentemente fácil e descomplicada, mas atenção – ela pode esconder problemas e cuidados que, se não seguidos, podem levar facilmente a intoxicação medicamentosa ou mesmo a completa inutilização do seu consumo e efeito terapêutico.

Por isso, criamos este post para chamar atenção a alguns pontos e acabar com algumas “verdades absolutas” ou ignoradas por muitos.

  1. Modo Correto de Contar Gotas e o Utilizar o Frasco com Conta-Gotas Acoplado

Sim, caro amigo e leitor. Embora possa parecer “frescura”, a maneira pela qual você segura o frasco (o ângulo que é formado com a mão, para os mais matemáticos) durante o gotejar, poderá afetar de forma significativa o volume (de certo modo, o “tamanho”) da gota, e então a concentração de medicamento ingerido poderá variar bruscamente.

Portanto, duas regras de ouro para garantir a correta concetração do seu medicamento a ser consumido são:
– sempre agitar bem o frasco antes de qualquer coisa.
– sempre posicionar o frasco corretamente, conforme indicado na imagem abaixo, de modo a ficar reto e formar um ângulo de 90º com o pulso, na posição vertical, conforme indicado na imagem abaixo.

image

Tá, farmacêutico. Mas que chatice! Será que muda tanto assim? Porque? Para ilustrar melhor essa resposta, vamos olhar a imagem abaixo, que seria a representação de um zoom no gotejamento de um líquido nas diferentes posições, pra ter uma idéia do quanto esse simples ato pode alterar o “tamanho” da gota criada.

images

Como você pode observar, isso altera de maneira significativa, podendo até mesmo dobrar o tamanho da gota, e portanto, da dose utilizada do medicamento (o que pode levar a intoxicação medicamentosa em alguns casos). Além disso, existem estudos científicos que já compararam a variação da dosagem e do efeito terapêutico de medicamentos em gotas, e recomendamos a leitura deste, que comparou o “custo” da má utilização de colírios e a variação do tamanho da gota e dose usada segundo a maneira que você usa o conta-gota (link do estudo) e outro que mostra uma possível metodologia para realizar a mensuração da equivalência de volume (mL) e numero de gotas (link do outro estudo).

2. Nem sempre 1 mL equivale a 20 gotas! Da onde surgiu essa história?

 Além disso, segundo a físico-química, 1 mL de ÁGUA DESTILADA (PURA) equivale a 20 gotas em uma determinada TEMPERATURA e PRESSÃO ATMOSFÉRICA. E, se você mora no Brasil, sabe bem que isso pode variar um pouquinho, né? Por esse motivo, o conta-gotas medicinal oficial, segundo a Farmacopeia Americana, apresenta o diâmetro externo de 3 mm e dispensa 20 gotas de água destilada por mL em uma temperatura de 25ºC, posicionando o conta-gotas perpendicular ao recipiente que receberá a gota.

O grande X da questão, como você pode imaginar, é que nem todos os medicamentos estão imersos somente em água destilada, já que outros ativos são necessários para garantir a estabilidade, sabor, cor (ás vezes), validade e outras propriedades dos medicamentos (este ativos são denominados excipientes ou veículos de fórmulas farmacêuticas). Em alguns casos, o próprio princípio ativo altera e muito a densidade e volume de um líquido, alterando assim, o número de gotas que “vão servir” em um mililitro. Um exemplo prático é pensar: um quilo de pregos ocupa o mesmo espaço que um quilo de penas? Não, né?

balanca2

E justamente por isso que NEM TODOS OS MEDICAMENTOS EM GOTAS possuem a correspondência de 1 mL equivale a 20 gotas. Contudo, todos os medicamentos em gotas precisam especificar em sua BULA e/ou EMBALAGEM a relação de dosagem de medicamento por volume (mL), e a equivalência do número de gotas e volume (mL). E nem preciso dizer, SEMPRE FALE COM O FARMACÊUTICO, não fique com dúvidas. Para ilustrar, veja a embalagem do medicamento Zyxem.

zyxemgotas

Na bula, já fica claro que 1 mL equivale precisamente a 20 gotas (quando formadas com o gotejador na posição correta, vale lembrar). E que cada gota contêm 0,25 mg do medicamento levocetirizina, ou seja, cada 1 mL irá conter o total de 5,0 mg do medicamento. E nesse caso, o risco de se ter uma sobredosagem é muito grande, se você não utilizá-lo corretamente (partindo do pressuposto que você devesse tomar 20 gotas deste medicamento, por exemplo).

bulazyxem

Mas existem outros medicamentos para uso em gotas, que possuem posologia detalhada de acordo com o peso do paciente, destinados especialmente para bebês e crianças, tratando-se de uma posologia que deve ser orientada com muito cuidado. Chamo atenção para este exemplo, ou mesmo para os medicamentos Alivium (Ibuprofeno) e Tylenol (paracetamol), pois são MUITO indicados por médicos e pediatras, e por terem diversas formas farmacêuticas podem gerar confusão, tanto para o prescritor no momento do feitio da prescrição, quanto para o paciente (pai/mãe) e para o balconista ou farmacêutico. Repare que o Alivium possui duas apresentação em gotas, uma com 50mg/mL e outra com o dobro, 100mg/mL, por exemplo.

No meu caso não foram uma ou duas vezes que verifiquei erro na prescrição por posologia errada ou forma farmacêutica erroneamente prescrita, que facilmente ocasionaria uma intoxicação. Veja no exemplo abaixo uma tabela com a posologia indicada do Alivium de 50mg/mL:

ALIVIUM-GOTAS-50-mg-ml-2.jpg

3. Relação de Quantidade de Gotas, volume correspondente (em mL) e dosagem correspondente (em mg/mL) para alguns medicamentos de controle especial

Embora já tenha sido matéria de discussão em posts anteriores, vale lembrar que não existe esse mito de que “podemos sempre dispensar a quantidade de caixas determinadas pela receita”. Vide legislação, devemos nos ater sempre ao TEMPO DE TRATAMENTO solicito e a POSOLOGIA.

Portanto, precisamos calcular os limites que a receita dispensa, seguindo a posologia (se estiver dentro dos níveis terapêuticos adequados e respeitando todos os detalhes exigidos pela legislação, é claro!). Especialmente porque nessa “categoria” existem grandes diferenças na relação entre número de gotas e volumes (mL).

Vale lembrar que essa correspondência de mL por gotas, e portanto, pela dosagem por gota (veja bem, não a dosagem por mL), pode variar conforme o lote ou a cada novo registro do medicamento. O Dimorf tem lotes em que o mL equivale a 26 gotas ou 32 gotas, por exemplo:

Segue uma tabela que desenvolvi há algum tempo (sempre confira com a bula atual, para garantir que ainda persista a relação de mL por gotas equivalentes):

Rivotril®(Clonazepam) 2,5mg/mL

25 gotas = 1 mL (1 gota = 0,1mg)

Frasco de 20 mL = 500 gotas

Relação Gotas/Dia e Frascos

Até 8 gotas/dia = 1 frasco

De 9 a 16 gotas/dia = 2 frascos

17 gotas/dia ou mais = 3 frascos ou mais.

Receita B1 (azul) = Tempo máximo de tratamento é 60 dias.

Somalium®(Bromazepam) 2,5mg/mL

25 gotas = 1 mL (1 gota = 0,1mg)

Frasco de 20 mL = 500 gotas

Relação Gotas/Dia e Frascos

Até 8 gotas/dia = 1 frasco

De 9 a 16 gotas/dia = 2 frascos

17 gotas/dia ou mais = 3 frascos ou mais.

Receita B1 (azul) = Tempo máximo de tratamento é 60 dias.

Amplictil®(Clorpromazina) 4%

40 gotas = 1 mL (1 gota = 1mg)

Frasco de 20 mL = 800 gotas

Relação Gotas/Dia e Frascos

Até 13 gotas/dia = 1 frasco

De 14 a 26 gotas/dia = 2 frascos

27 gotas/dia ou mais = 3 frascos ou mais.

Receita Controle Especial (branca) = Tempo máximo de tratamento é 60 dias.

Haldol®(Haloperidol) 2mg/mL

20 gotas = 1 mL (1 gota = 0,1mg)

Frasco de 30 mL = 600 gotas

Relação Gotas/Dia e Frascos

Até 10 gotas/dia = 1 frasco

De 11 a 20 gotas/dia = 2 frascos

21 gotas/dia ou mais = 3 frascos ou mais.

Receita Controle Especial (branca) = Tempo máximo de tratamento é 60 dias.

Lexapro®(Escitalopram) 20mg/mL

20 gotas = 1 mL (1 gota = 1mg)

Frasco de 15 mL = 300 gotas

Relação Gotas/Dia e Frascos

Até 5 gotas/dia = 1 frasco

De 6 a 11 gotas/dia = 2 frascos

12 gotas/dia ou mais = 3 frascos ou mais.

Receita Controle Especial (branca) = Tempo máximo de tratamento é 60 dias.

Neuleptil®(Periciazina) 1% e 4%

40 gotas = 1 mL (1 gota = 0,25 e 1mg)

Frasco de 20 mL = 800 gotas

Relação Gotas/Dia e Frascos

Até 13 gotas/dia = 1 frasco

De 14 a 26 gotas/dia = 2 frascos

27 gotas/dia ou mais = 3 frascos ou mais.

Receita Controle Especial (branca) = Tempo máximo de tratamento é 60 dias.

Neozine®(Levomepromazina) 1% e 4%

40 gotas = 1 mL (1 gota = 0,25 e 1mg)

Frasco de 20 mL = 800 gotas

Relação Gotas/Dia e Frascos

Até 13 gotas/dia = 1 frasco

De 14 a 26 gotas/dia = 2 frascos

27 gotas/dia ou mais = 3 frascos ou mais.

Receita Controle Especial (branca) = Tempo máximo de tratamento é 60 dias.

Daforin®(Fluoxetina) 20 mg/mL

20 gotas = 1 mL (1 gota = 1mg)

Frasco de 20 mL = 400 gotas

Relação Gotas/Dia e Frascos

Até 6 gotas/dia = 1 frasco

De 7 a 13 gotas/dia = 2 frascos

14 gotas/dia ou mais = 3 frascos ou mais.

Receita Controle Especial (branca) = Tempo máximo de tratamento é 60 dias.

Tramal®(Tramadol) 100 mg/mL

40 gotas = 1 mL (1 gota = 2,5mg)

Frasco de 10 mL = 400 gotas

Relação Gotas/Dia e Frascos

Até 6 gotas/dia = 1 frasco

De 7 a 12 gotas/dia = 2 frascos

13 gotas/dia ou mais = 3 frascos ou mais.

Receita Controle Especial (branca) = Tempo máximo de tratamento é 60 dias.

Dimorf®(Morfina) 10 mg/mL

se 32 gotas = 1 mL (1 gota = 0,3125 mg)
ou se 26 gotas = 1 mL* (1 gota = 0,385 mg) 

Frasco de 60 mL = 1920 gotas ou 1560 gotas

Relação Gotas/Dia e Frascos

Até 64 gotas/dia = 1 frasco
ou até 52 gotas/dia* = 1 frasco

De 65 a 128 gotas/dia = 2 frascos
ou de 53 a 104 gotas/dia* = 2 frasco

129 gotas/dia ou mais = 3 frascos ou mais.
ou 105 gotas/dia ou mais* = 3 frascos ou mais.

Receita A Entorpecente (Amarela) = Tempo máximo de tratamento é 30 dias (extensível com laudo médico).

Exodus® (Escitalopram) 20 mg/Ml

20 gotas = 1 mL (1 gota = 1 mg)

Frasco de 15 mL = 300 gotas

Relação Gotas/Dia e Frascos
Até 5 gotas/dia = 1 frasco
De 6 a 10 gotas/dia = 2 frascos
10 gotas/dia ou mais = 3 frascos ou mais.
Receita Controle Especial (branca) = Tempo máximo de tratamento é 60 dias.
Lexotan® (Bromazepam) 2,5 mg/ml

25 gotas = 1 mL (1 gota = 1 mg)

Frasco de 20 mL = 500 gotas

Relação Gotas/Dia e Frascos
Até 8 gotas/dia = 1 frasco
De 9 a 16 gotas/dia = 2 frascos
17 gotas/dia ou mais = 3 frascos ou mais.
Receita B1 (azul) = Tempo máximo de tratamento é 60 dias.
Gardenal® (Fenobarbital) 40 mg/mL

40 gotas = 1 mL (1 gota = 1 mg)

Frasco de 20 mL = 800 gotas

Relação Gotas/Dia e Frascos
Até 13 gotas/dia = 1 frasco
De 14 a 26 gotas/dia = 2 frascos
27 gotas/dia ou mais = 3 frascos ou mais.

Receita Controle Especial (branca) = Tempo máximo de tratamento é 60 dias.

Fonte: Bulas dos medicamentos de referência acessados pelo site da ANVISA (http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/).
Elaborado por: Farmacêutico Jauri Siqueira Jr –CRF/RS 14735.
Atualizado em: 21 de abril de 2016.

E então: vai trocar o certo pelo duvidoso? Fale sempre com o Farmacêutico!

Anúncios

10 comentários Adicione o seu

  1. Guaraní disse:

    Olá

    Tem a seguinte prescrição:
    Daforin gotas ———- 4 fr.
    Tomar 10 gotas a cada 12hs por 30 dias

    Quantos frascos posso dispensar?
    dados: 20mg/ml
    20 gotas/ml
    disponível frasco com 20 ml

    Eu fiz o seguinte cálculo:
    20 gotas —– 1 ml
    X ————– 20 ml (frasco disponível)
    X= 400 gotas
    Então, 400 X 2 ( duas vezes ao dias) = 800 gotas
    Então, 800 : 20 gotas ao dia = 40
    Resposta: posso dispensar apenas 1 frasco , pois, se dispensar 2 frascos passará o tempo de tratamento (60 dias) e o tempo de tratamento especificado na receita que é 30 dias, apesar de ainda mesmo assim o cálculo passar de 30

    Certo?

    1. Olá, bom dia Guaraní! Tudo bem? Desde ja agradecemos seu post e acesso.

      Respondendo a sua pergunta, e já tomando como verdadeira a relação gotas x mL x frasco, segue a lógica de análise:
      1) Verificar se a Prescrição Médica é verdadeira e se esta corretamente preenchida! É um passo importante na dispensação.
      2) Em caso positivo, verificar o que a legislação dita sobre tempo de tratamento e posologias máximos para tal receita: neste caso, o tempo de tratamento máximo PASSÍVEL de ser dispensado, seria de 60 dias de tratamento. Isso, é claro, se fosse assim determinado na receita.
      3) Verificar se a posologia prescrita se adequa ao dito na bula e nas GuideLines de tratamento. Muitas vezes isso passa batido, mas devemos ter cuidado, pois o farmacêutico tem autonomia para vedar a dispensação que não leve a racionalidade do tratamento.
      4) Calcular segundo a posologia do tratamento quais as dosagens diárias e total a ser dispensada, quantos frascos serão necessários, etc. Sendo assim:
      Qtd diária = 10 gotas x 2 vezes ao dia = 20 gotas/dia.
      Qtd para tratamento = 20 gotas/dia x 30 dias = 600 gotas.
      Qtd de gotas por frasco = 20 gotas/ml x 20 ml = 400 gotas por frasco.

      Neste ponto, temos um impasse com duas possíveis leituras:
      a) Segundo a legislação para controlados, não podemos nunca dispensar a mais do que o prescrito, o que nos deixa reféns de muitas vezes dispensar a menos – tendo em vista que as formas farmacêuticas industrializadas não nos dão liberdade ou margem para adequar dosagem. Nesse ponto, ou dispensaria somente 1 frasco (o que concordo não ser racional) ou solicitaria por encaminhamento médico a adequação da prescrição. Isso se não houver outra apresentação farmacêutica de 10 ml por frasco, por exemplo, que seria a solução de nossos problemas (afinal, 10mlx20gotas/ml= 200 gotas que faltam). Eu sempre prefiro entrar em contato com o prescritor, pois estreito relação e tiro dúvidas que possam existir.

      b) você assumiria o risco de dispensar 2 frascos, extrapolando a dosagem total, registrando tal decisão e, de preferência, alertando a vigilância e o CRF respectivo sobre esta decisão. Há casos em que a falta de uma apresentação farmacêutica no mercado serve como justificativa, mas é válido contatar as autoridades locais, cada uma tem uma opinião diferente.

      Espero ter sanado sua dúvida! Um abraço, Jauri!

    2. Guaraní disse:

      Obrigado Jauri! Você me prestou uma enorme ajuda para poder entender! Energias positivas!

  2. Lu Siva disse:

    Boa tarde, quanto à quantidade de dias de tratamento para o gardenal, não seria 180 dias?

    1. Boa dia Lu! Obrigado pela colaboracao! De fato, o Gardenal ou como é conhecido pelo seu princípio ativo de Fenobarbital, é um medicamento comumente utilizado para o tratamento de crises convulsivas ou para doenças epiléticas, e por esse fato pode ser dispensado para tratamentos de até 180 dias! A questão de quais medicamentos podem ser liberados para tratamento de até 180 dias sempre vem à tona na cabeça de quem trabalha em estabelecimentos da área da saúde como farmácias e drogarias. A portaria 344/98, artigo 59 – Parágrafo único, diz:

       “No caso de prescrição de substâncias ou medicamentos antiparkinsonianos e anticonvulsivantes, a quantidade ficará limitada até 6 (seis) meses de tratamento.”

  3. Poderia inserir ícones para compartilhamento dos artigos pelas redes sociais.

Deixe um comentário! :)

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s